"Debaixo e dentro de todas as aparências ou manifestações exteriores, sempre houve uma Realidade Substancial. Esta é a lei."
(Caibalion)

domingo, 19 de junho de 2011

CROMOTERAPIA PARA CRIANÇAS

Conforme pesquisa do Dr. Paul Galioughi, autor do livro "La Medicine des Pharaons", o tratamento com o uso das cores, iniciou no Egito e os sacerdotes-médicos tratavam os doentes com as cores utilizando flores e pedras preciosas.
Theophastus B. Von Hohenheim (1493-1541), conhecido como Paracelso, foi um dos maiores curadores e ficou famoso em toda a Europa, ele empregou amplamente a luz, a cor, elixires, ervas e minerais nos tratamentos e considerou a luz e a cor como algo essencial para a boa saúde.
Depois da Idade Média com a chegada do Iluminismo, Paracelso e outros alquimistas perderam seu prestígio sendo superado pelo racionalismo e a ciência. Começou-se a valorizar a razão e tudo devia ser evidente, mas as pesquisas com as cores continuaram, diversos cientistas se empenharam em estudar os efeitos das cores sobre diversos males.
Niels Finsen da Dinamarca, realizou curas surpreendentes em cerca de dois mil pacientes com a aplicação da Cromoterapia, recebendo o Prêmio Nobel em 1903; René Nunes, jornalista e professor brasileiro, se dedicou à pesquisa e aplicação do uso das cores em mais de dez mil pessoas, obtendo grande índice de recuperação. Autor de várias obras, foi o maior divulgador da Cromoterapia como ciência médica-energética
no Brasil e exterior.

 
Atualmente a Cromoterapia é baseada nas sete cores do espectro solar e utiliza-se de tecnologia e é reconhecida pela OMS desde 1976, de acordo com a Conferência Internacional de Atendimentos Primários em Saúde de 1962.
Em 1990, cientistas informaram à conferência anual da Associação Norteamericana para o Avanço das Ciências, sobre o uso com êxito da luz azul no tratamento de uma ampla variedade de problemas psicológicos. Então podemos dizer que a Cromoterapia nasceu no antigo Egito, adormeceu e ressurge como uma Medicina-Energética, assim como outras terapias naturais de cura, bastante utilizada nos dias atuais.

CROMOPUNTURA - A Cromopuntura é a aplicação pontual da luz colorida sobre pequenas zonas predeterminadas da pele que correspondem aos pontos dos meridianos da acupuntura clássica e os pontos identificados por Mandel. O instrumento utilizado para essa aplicação é uma lâmpada em forma de caneta, cuja ponta irradia a luz colorida sobre o ponto desejado da pele. 
A terapia de cromopuntura está baseada no conhecimento das regras fundamentais da Medicina Chinesa, que de acordo com ela, o corpo, a mente e a psique formam uma unidade indissolúvel em nossa vida e cada elemento mantém as suas qualidades específicas.
Peter Mandel, criador da Cromopuntura, é um cientista e médico naturopata, um pioneiro no desenvolvimento de novas tecnologias para a cura. Ele estudou naturopatia, homeopatia, acupuntura, quiropraxia e massagem. Passou os últimos 30 anos pesquisando e desenvolvendo novas terapias com base na Cromoterapia. É autor de muitos artigos científicos e publicações, é o fundador do Instituto Mandel para Medicina Esogética na Alemanha e na Suíça.
Mandel explica que, aplicando uma determinada cor nos pontos da pele, essa cor por efeito de ressonância, manda uma informação ao cérebro que coordena os órgãos da produção endócrina. O cérebro ao receber as informações adequadas, que eram deficientes devido à doença, retorna-as para o corpo restabelecendo a harmonia resolvendo o distúrbio físico. Essa teoria foi deduzida por Mandel de forma empírica após ter observado os resultados da cromopuntura em centenas de pacientes.


USO DA CROMOTERAPIA EM CRIANÇAS
O médico pediatra italiano Dr. Med Neeresh F. Pagnamenta, fala em seu livro: Cromoterapia Para Crianças - O Caminho da Cura, sobre seus conhecimentos  obtidos em sua trajetória, usando a Cromopuntura em crianças e diz que podemos conseguir resultados inesperados para diversos casos de doenças físicas e emocionais. Não apenas os sintomas se atenuam ou desaparecem, mas também acontece uma profunda mudança nos pacientes, favorecendo uma evolução individual, o que contribui para a sua verdadeira cura.
É uma técnica simples e eficaz, indicada para insônia em crianças e lactantes, distúrbios de comportamento, pesadelos, medos, tiques nervosos, falta de concentração escolar, asma, dor de cabeça, enurese noturna, prisão de ventre, ranger de dentes entre outras.
Diz o Dr. Pagnamenta que as crianças reagem mais rápido à cromopuntura porque escondem a sua fonte energética atrás de menos estratos defensivos que os adultos. Explica que a cromopuntura não é uma medicina sintomática, mas holística (considera e compreende o ser humano também na sua dimensão interior, não só como um corpo físico). Consultas médicas devem ser consideradas, pois tudo aquilo que se refere à saúde precisa primeiro de um diagnóstico médico.



Fonte: Monografia sobre Cromoterapia entregue na conclusão do curso: Terapias Corporais Naturais

Nenhum comentário:

Postar um comentário